Diversidade. Hibridismos. Geografias. Territórios. Polifonia. Redimensionamento de fronteiras, diálogo entre margens, periferias e centros e o Brasil interior. Esses são alguns dos conceitos que norteiam as ações do Itaú Cultural e estão na gênese do programa Rumos.

Iniciativa que congrega professores, pesquisadores, produtores, estudantes e representantes de organizações do âmbito do cinema e do audiovisual para compartilhar experiências e somar esforços no intuito de viabilizar ações conjuntas relacionadas a essas áreas.

Fruto de uma iniciativa da Universidade Federal Fluminense (UFF), o projeto consiste em formar e acompanhar educadores de escolas públicas do país para a realização de trabalhos audiovisuais com estudantes sobre a temática ‘Cinema, Educação e Direitos Humanos’.

O Centro de Artes do Estado da Paraíba é uma instituição pioneira no ensino da arte no estado, e tem como objetivo promover o acesso de jovens e adultos às diversas linguagens artísticas através de Cursos Livres. Atualmente, a instituição oferece também os cursos técnicos de arte do Pronatec-PB, voltado para os estudantes da rede pública de ensino.

Com mais de 13 anos de atuação em João Pessoa, o cineclube tornou-se uma referência na difusão audiovisual no estado, buscando manter-se como um canal aberto para o diálogo da produção brasileira e paraibana com a produção mundial de todos os tempos, especialmente de curta-metragem.

Produtora Cultural especializada nos segmentos de Teatro, Educação e Direitos Humanos. Fundada em 2013, sediada em João Pessoa (PB) e coordenada pela produtora cultural Marcelina Moraes.